Aromaterapia: O que é, para que serve e quais são os óleos mais comuns

Os tratamentos com óleos essenciais tem sido um dos assuntos mais repercutidos na internet, uma vez que usuários pesquisam sobre aromaterapia e desejam saber como a prática pode beneficiá-los. Você também possui interesse? Saiba tudo sobre aromaterapia: o que é, para que serve e quais são os óleos mais comuns.

O que é aromaterapia?

Aromaterapia é o uso de óleos essenciais extraídos de plantas para fins terapêuticos, está em prática há quase 6.000 anos. Esse período de tempo está alinhado com um ponto da história humana em que os primeiros mesopotâmicos começaram a cultivar colheitas agrícolas, a fim de beneficiar sua própria sobrevivência.

A prática da aromaterapia requer o uso de óleos derivados de plantas para finalidades terapêuticas, como exemplo, massagem relaxante.

Métodos de Aromaterapia

Inalação e aplicação

A inalação direta geralmente consiste na inalação de óleos essenciais vaporizados através de um cartucho de caneta vape. A maioria dos palitos de vape consiste em um cartucho de óleo essencial com uma mistura de óleos, glicerina e água.

Quando a pessoa inala ou aplicar os óleos essenciais, as moléculas entram no corpo, estimulando o sistema olfativo, que fornece um caminho do nariz ao cérebro. Uma vez lá, moléculas de óleos perfumados estimulam o sistema límbico, que controla emoções, estresse, memória, respiração, equilíbrio hormonal, batimentos cardíacos e muito mais.

Dependendo da variedade de óleos utilizados, os efeitos desejados podem se espalhar para todo o corpo, permitindo uma abordagem mais holística ao tratamento dos sintomas.

Curso de aromaterapia online

Muitas pessoas não sabem, mas é possível realizar um curso de aromaterapia online onde aprendemos o conceito, princípios básicos desse método de tratamento terapêutico, tipos de óleos essenciais (uso e indicação), orientação para trabalhar com os mesmos, entre outros.

Ao realizar o curso online gratuito podemos obter um certificado que comprove a nossa qualificação, a qual pode ser utilizada para trabalhar com produtos para essa finalidade ou realizar os tratamentos.

Benefícios da Aromaterapia

Para deixar claro, os aromaterapeutas não curam doenças, mas proporcionam benefícios que podem reduzir os sintomas negativos e apoiar o tratamento da medicina tradicional nas mesmas condições. Leia a seguir uma lista de benefícios que a aromaterapia pode trazer para você:

Melhora a qualidade do sono

Muitos óleos essenciais podem reduzir a insônia. Como a falta de sono pode agravar os sintomas de várias doenças e distúrbios, melhorar o mesmo pode ajudá-lo a lidar com a doença, deixando o corpo descansar como precisa.

Analgésicos

Um dos efeitos mais procurados por muitas pessoas que pesquisam por aromaterapia é o alívio da dor.

As propriedades analgésicas de muitos óleos essenciais podem ajudar a reduzir a dor e limitar o estresse associado à dor crônica ou a longo prazo.

Por esse motivo, os óleos essenciais analgésicos são alguns dos mais conhecidos. Estes incluem lavanda, hortelã-pimenta, camomila, zimbro, sálvia e eucalipto.

Alívio de estresse e combate à depressão

Outro benefício mais popular dos óleos essenciais é o alívio do estresse. Está tão intimamente relacionado ao alívio da dor que os terapeutas costumam abordar os dois juntos.

Muitos óleos essenciais atuam como relaxantes, e o ato de vaporizar ou inalar os óleos essenciais pode ser calmante por si só. Além disso, a ansiedade clínica pode diminuir ao usar óleos de aromaterapia, incluindo lavanda, limão, hortelã-pimenta e bergamota.

Embora não seja tão conhecida como aromaterapia para alívio do estresse, a prática é indicada para combater a depressão clínica e pode ser eficaz quando usada em conjunto com a terapia tradicional.

Além disso, a aromaterapia para prevenir a depressão utiliza alguns dos mesmos óleos da aromaterapia para ansiedade e outros distúrbios, incluindo lavanda, camomila, jasmim e hortelã-pimenta.

Melhora a energia

Embora a maioria dos exemplos anteriores envolva aromaterapia usada para relaxar, diluir e suavizar os efeitos de problemas médicos, a aromaterapia também pode ajudar os usuários a experimentar um aumento na energia.

Os óleos podem proporcionar benefícios estimulantes sem os perigos de estimulantes farmacêuticos ou ilícitos. Tea tree, sálvia, alecrim, cardamomo, pimenta preta, cravo e canela são óleos que oferecem benefícios energéticos.

Impulsos imunológicos

Outro efeito estimulante da aromaterapia é o aumento do sistema imunológico fornecido por alguns óleos essenciais. Dito para abrigar propriedades antibacterianas e antifúngicas, óleos essenciais como limão, hortelã-pimenta, incenso, canela e eucalipto podem reduzir suas chances de adquirir doenças e enfermidades comuns.

Óleos essenciais utilizados na aromaterapia

Como mencionado nos parágrafos anteriores, alguns dos óleos essenciais mais utilizados são: camomila, lavanda, alecrim, sálvia, cardamomo, cravo e canela, limão, hortelã, bergamota, rosas, entre outros.

Responda o Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *